segunda-feira

Força Aérea com in"potência" a mais....

 
Força Aérea não consegue determinar se avião perseguido aterrou em Portugal
O porta-voz da Força Aérea explicou hoje que é impossível determinar que o avião perseguido no domingo por dois caças F-16 tenha aterrado em território português, uma vez que voou sempre entre um lado e o outro da fronteira.
 “Deve ter aterrado, é a única explicação”, justificou o porta-voz da Força Aérea, que acrescentou que o acompanhamento de uma pequena aeronave, que voa, no máximo, a 120 nós, e que pode aterrar em qualquer estrada ou descampado, é particularmente difícil para os caças F-16, que voam no mínimo a 300 nós, não podem reduzir velocidade no ar. Ler mais
Nota: Tanto poderio militar, tanta despesa, tantos gastos em aviões Top Gun e quando são realmente são precisos só fazem merda, nem um mosquito apanham. No fundo para que servem.....aviões, submarinos, carros anti motim, generais, coronéis, brigadeiros e outras coisas mais.....
 

Sem comentários: