quarta-feira

ATENAS: Terá aberto a caixa de "pandora"...


Alemanha recusa voltar a discutir ajuda à Grécia
O ministro dos Negócios Estrangeiros alemão, Guido Westerwelle, afirmou esta quarta-feira que o plano europeu de resgate à Grécia não poderá objecto de novas negociações.
"Todo este programa, a que chegámos na passada semana, não poderá voltar à mesa negocial", disse o ministro alemão, em visita à Turquia, dois dias depois do primeiro-ministro da Grécia ter anunciado a realização de um referendo sobre o plano de resgate ao País. Fonte CM
Na terça-feira, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, manifestou a sua “apreensão” perante o anúncio do primeiro-ministro grego de fazer um referendo sobre o plano de resgate europeu, considerando que cria “um factor de insegurança e imprevisibilidade”.
O PCP criticou hoje as declarações do ministro Paulo Portas
“Ao contrário da pretensa ‘estabilidade’ invocada por Paulo Portas, o que se deve registar é a profunda instabilidade que a imposição do pacto de agressão está a provocar à generalidade do povo português e do país”, afirmou Jorge Pires, da comissão política do PCP, em conferência de imprensa.

Sem comentários: